HAYDN

Uma das preferidas é essa aqui:

Essa aqui dá até pra imaginar como ficaria numa versão choro, o clarinete faria o solista. Nesse caminho tem muitas do Villa-Lobos que ficam bem mais evidentes. O choro é o “samba clássico”. É um grande patrimônio brasileiro, que poucos conseguem reconhecer/valorizar. Ouvi sobre isso ontem numa entrevista com o Chico Pinheiro na Rádio Eldorado. (aliás tem show dele domingo no sesc, para comprar ingresso, clique aqui rs)

Essa parece um pouco mais “tensa”. Lembra um pouco trilha de filme. E tem umas “quebras” que dão um surpreendida. Uns intervalos que dão um certo “choque” em quem está ouvindo.

Essa outra eu não sei se sei explicar rs Mas é mais percussiva. Pra mim parece até um pouco mais “rock”. Eu gosto disso, de enxergar estilos mais contemporâneos dentro da música clássica. Como se fosse “fazer o caminho oposto”.

Enfim, tem muitas. Aproveitei isso aqui pra testar um formato de blog que estava querendo fazer. Coisa que vc mesma já me aconselhou muitas vezes… rs… Acho que é uma coisa que eu ia me empolgar de fazer. Dá pra ir longe, contar histórias de músicas, comparar uma música com outra. Com o Spotify dá pra fazer isso de uma forma “legal”. Afinal todo mundo que ouvir está colaborando com o autor ou seus herdeiros, gravadoras. Enfim, depois me fala se deu pra ouvir as músicas. Teoricamente o Spotify permite qualquer um ouvir. Quero ver como funciona pra quem ainda não tem o Spotify instalado, o certo é ele abrir na web. Antes de eu me cadastrar, conseguia ouvir. Só que se quisesse ouvir mais, tinha que ser sempre na ordem aleatória. Enfim, teste concluído rs Obrigado pela atenção rs

 

Anúncios