ROMERO LUBAMBO

É tanta coisa pra falar sobre este grande ídolo da música instrumental brasileira que não sei nem por onde começar. rs

Já sei, vou começar do hoje pra trás, mesmo sabendo que não vou conseguir escrever um post à altura da importância e da relevância do Romero.

Acabou de sair o disco “At Play” do Romero Lubambo com outros grandes, enormes, gigantes nomes da música brasileira. O pianista Helio Alves, o baterista Edu Ribeiro e o baixista (que no caso não é brasileiro, mas americano) Reuben Rogers.

Segue o link do disco no Spotify.

A faixa 3 se chama “Pro Romero”. Se trata de uma composição da pianista Débora Gurgel, em homenagem ao Romero, claro. 🙂 Abaixo o vídeo da versão original da música, gravada pelo DDG4 (Dany & Débora Gurgel Quarteto, a Dani é a filha da Débora, vocal do grupo. O baixista é o Sidiel Vieira e o batera é o Thiago Rabello – só fera)

Agora e versão do próprio Romero (que está no disco, linkado acima, mas segue o link do Youtube tbm)

Eu poderia falar e linkar mais trocentas coisas maravilhosas do Romero (rs) mas vou fechar com o disco Duo, que ele gravou em parceria com Cesar Camargo Mariano em 2005. Um clássico. ❤

LOKUA KANZA

Lokua Kanza (link para wikipédia) é um cantor e compositor africano, nascido na República Democrática do Congo.

  1. Música dele, versão original.
  2. Mesma música, versão gravada pela cantora Gal Costa, arranjo de Cesar Camargo Mariano.
  3. Gal Costa e Lokua Kanza cantando numa mesma música. (Disco “Hoje” de Gal Costa, 2005)

ELIS, JOÃO E FILHOS

“Eu Hein, Rosa” – Composição de João Nogueira e Paulo César Pinheiro.

Aqui a versão original de João Nogueira (1974), depois a versão de Elis Regina (1979) e depois de alguns anos, uma nova versão cantada pelos filhos dos dois (2016). 🙂

João Nogueira (1974)

Elis Regina (1979)

Diogo Nogueira e Maria Rita (2016)

Bom pra assistir na sequência e celebrar este belo samba em tantas belas interpretações. =D

Pra fechar, um áudio de Elis falando no rádio sobre a música, sobre João Nogueira e também sobre um violonista chamado… Guinga.

ANIVERSARIANTE DO DIA

Este garoto de 13 anos é o Cesar Camargo Mariano, que hoje está completando 75. Parabéns, mestre Cesar!

“O pai se sacrifica e compra um piano para o filho no seu aniversário de 13 anos. Quando o garoto se vê diante do instrumento, em completa felicidade, senta-se no banquinho e começa a tocar com desenvoltura, como profissional. O pai, estupefato, tem um infarto e só sai do hospital dois dias depois. A cena, digna de filme, é apenas uma entre as várias histórias que emergem da autobiografia que o pianista, compositor, arranjador e produtor lançou pela Editora LeYa.”

>>

Post sobre o disco mais recente do Cesar: https://faiock.com.br/2018/03/26/joined/

Post sobre a autobiografia e o Programa Ensaio, da TV Cultura: https://faiock.com.br/2016/09/14/elis-e-cesar/

Post do aniversário de 73 anos (2016):
https://goo.gl/p4baCU

JOINED

A ideia do Joined surgiu no festival de jazz de Trancoso, na Bahia. Lá o pianista, compositor e arranjador Cesar Camargo Mariano conheceu 3 músicos clássicos, dois alemães e um francês. Do encontro, nasceu uma amizade. Com a amizade, Cesar se sentiu à vontade pra sugerir a ideia da parceria. Um disco, um show, quem sabe um DVD. Os 3 aconteceram. O show, aliás, aconteceu em diversas partes do mundo. E foi um dos lançamentos mais elogiados do ano passado, com indicação ao Grammy e tudo.

Abaixo o teaser do projeto, com trechos de algumas músicas.

Nessa matéria, o próprio Cesar fala um pouco do Joined:

Uma obra prima. 🙂 Clique no PLAY abaixo para ouvir o disco no Spotify:

Cesar Camargo Mariano (piano, arranjos e produção)
Rüdiger Liebermann (violino)
Walter Seyfarth (clarinete)
Benoit Fromanger (flauta)
Conrado Goys (violão)
Sidiel Vieira (baixo)
Thiago Rabello (bateria)

Para comprar o DVD:

BRASIL
Loja Tratore: https://tinyurl.com/kh9cye6
Livraria Cultura: https://tinyurl.com/lugp6ol
Livraria Saraiva: https://tinyurl.com/maltmmh

JAPÃO
Taiyo Records: http://taiyorecord.com/?pid=115474338

Clique AQUI e leia a excelente coluna do produtor musical Cássio Laranja sobre o disco Joined e também sobre o livro de memórias do Cesar. 

 

ELIS E CESAR

Este vídeo é de 1973. Elis Regina à vontade com uma banda excelente e muito bem entrosada. A música é Águas de Março, de Tom Jobim, que já foi eleita a melhor música brasileira de todos os tempos, em 2001.

Um fato curioso acontece exatamente aos 3:40. A partir de 3:20 ela e o Cesar (o arranjador, o então marido e pianista da banda) fazem umas firulas. Ela canta uma palavra e ele “responde” com o piano. Até que nos 3:40 ele improvisa uma nota diferente. Por achar criativo, inusitado, a Elis solta uma risada. É bem espontâneo. Coisas que eu observo e fico repetindo o trecho pra ver de novo. rs (Essas coisas acontecem mais na música instrumental, quando um músico acaba surpreendendo o outro, que reage com uma risada) Diálogos musicais de dois gênios 🙂

Cesar Camargo Mariano é um excelente músico, excelente arranjador. Já trabalhou com os melhores artistas do Brasil, hoje mora nos Estados Unidos onde continua produzindo, gravando e se apresentando com alguns dos melhores músicos do mundo.

O vídeo da Elis é da apresentação no programa Ensaio, da TV Cultura. E pode ser assistido na íntegra neste outro vídeo aqui embaixo.

Ah, falando em Cesar, quem admira o trabalho dele ou quer conhecer mais da sua história, uma ótima indicação é o livro que ele lançou pela Editora Leya. Tem muitas boas histórias (Com a Elis, Wilson Simonal, Tom Jobim, Johnny Alf e muitas outras feras) e é incrivelmente bem escrito, pelo próprio Cesar.

livro_cesar

(Para comparar preços e comprar no Buscapé, clique aqui)

=D

Fiz um post falando um pouco mais do Cesar, no seu aniversário de 73 anos. Para ver este post clique aqui.