JOINED

A ideia do Joined surgiu no festival de jazz de Trancoso, na Bahia. Lá o pianista, compositor e arranjador Cesar Camargo Mariano conheceu 3 músicos clássicos, dois alemães e um francês. Do encontro, nasceu uma amizade. Com a amizade, Cesar se sentiu à vontade pra sugerir a ideia da parceria. Um disco, um show, quem sabe um DVD. Os 3 aconteceram. O show, aliás, aconteceu em diversas partes do mundo. E foi um dos lançamentos mais elogiados do ano passado, com indicação ao Grammy e tudo.

Abaixo o teaser do projeto, com trechos de algumas músicas.

Nessa matéria, o próprio Cesar fala um pouco do Joined:

Uma obra prima. 🙂 Clique no PLAY abaixo para ouvir o disco no Spotify:

Cesar Camargo Mariano (piano, arranjos e produção)
Rüdiger Liebermann (violino)
Walter Seyfarth (clarinete)
Benoit Fromanger (flauta)
Conrado Goys (violão)
Sidiel Vieira (baixo)
Thiago Rabello (bateria)

Para comprar o DVD:

BRASIL
Loja Tratore: https://tinyurl.com/kh9cye6
Livraria Cultura: https://tinyurl.com/lugp6ol
Livraria Saraiva: https://tinyurl.com/maltmmh

JAPÃO
Taiyo Records: http://taiyorecord.com/?pid=115474338

Clique AQUI e leia a excelente coluna do produtor musical Cássio Laranja sobre o disco Joined e também sobre o livro de memórias do Cesar. 

 

MEU PAI

Minha primeira referência musical é o meu pai. Desde criança (pra não dizer desde que eu estava na barriga de mamãe rs) ouço seu violão tocando bossas e sambas, sambas e bossas. Conheci todas as músicas da Bossa Nova antes de conhecer as músicas da Xuxa ou Balão Mágico.

Meu pai se chama Henrique Benny, gravou discos e compactos nos Rio de Janeiro, depois se mudou pra São Paulo, onde trabalhou em hotéis, restaurantes… Conheci de perto a difícil vida de músico e ouvi muitas, muitas histórias.

Meu pai já não está mais por aqui, ano passado completou uma década. Mas a marca ficou, claro. Dedico este post a ele e vou colocar aqui embaixo uma playlist do Youtube com 7 músicas que ele gravou nos anos 60 (Gravadora RCA Victor), ao lado de grandes músicos como Edison Machado e JT Meirelles.

(Clique no PLAY para ouvir todas na sequência ou clique na seta no canto superior esquerdo para escolher as faixas)

 

IRISH

Música irish. Aquelas músicas que tocavam no porão do Titanic, lembra? Taí um bom fundo musical pra uma boa festa. Fiz o post pra inserir uma playlist do Spotify, mas já que falei do Titanic segue uma cena da música irish 🙂

Agora vamos pro SpDois álbuns do grupo americano Solas(grupo americano que toca música irlandesa)

O primeiro álbum é do ano 2000 e o segundo de 2016.

CARNAVAL 2018

Ontem Gilberto Gil foi fotografado junto ao amigo Zeca Pagodinho no Carnaval de São Paulo. Belo registro de dois nomes muito importantes na música brasileira.

gil e zeca.jpg

Vou aproveitar a foto pra fazer um rápido post misturando músicas de dois grandes discos, um do Gil e outro do Zeca.

Do Zeca é o Acústico Gafieira, um disco com grandes clássicos do samba. Do Gil é o Gilbertos Samba, uma homenagem a João Gilberto, só com músicas que também foram gravadas por ele, grande ídolo de Gil.

Segue abaixo a playlist no Spotify com 7 músicas de cada disco.

HOJE É NÍVER DO DJAVAN

Hoje é aniversário de um grande cantor e compositor. O brasileiro e alagoano Djavan faz 69 anos.

Djavan é mais conhecido pelo grande público pelas músicas que entraram em trilhas de novelas. Como Oceano, Meu Bem Querer, Linha do Equador etc. Mas o “Dija”, como chamam os seus amigos músicos, é muito mais do que isso. É um grande sambista, um grande arranjador e um grande cara. rs

Fiz uma playlist tentando reunir algumas músicas “Lado B” do Djavan. E também algumas versões de músicas dele, gravadas por outros músicos.

Comentários de algumas músicas que estão na playlist:

Farinha – Ele fez esse baião homenageando a farinha de Alagoas, sua terra natal. “Você não sabe o que é farinha boa, farinha é a que a mãe me manda lá de Alagoas”

Brigas Nunca Mais – Com um arranjo bem particular, ele gravou o clássico de Tom Jobim e Vinícius de Morais, no disco Ária. (Que aliás é muito bom!)

A Capella – O grupo Sambaranda fez uma versão excelente da música “Capim”, usando apenas vozes como instrumentos!

Cesar Camargo Mariano – O pianista fez uma versão de “Samba Dobrado”, somente instrumental, em um disco em parceria com o violonista Romero Lubambo.

Versões – Outros artistas como Caetano Veloso, Rosa Passos, Joao Donato e Johnny Alf também tem suas versões na playlist. E também tem as versões do Djavan de músicas de outros compositores. Como Palco, do Gilberto Gil, Oração ao Tempo, do Caetano Veloso etc…

Reggae – O cantor Chico Cesar lançou HOJE uma gravação de Nem um Dia, homenageando Djavan e também o reggae da Jamaica. Faz parte de um projeto chamado “Jah-Van – Djavan Goes Jamaica“, link para escutar o disco inteiro no final deste post. Esta faixa do Chico Cesar foi o primeiro single lançado. Confira no vídeo abaixo (do canal oficial do projeto):

Pra terminar, Djavan e Cesar Camargo Mariano tocam juntos a música Capim, em um programa de TV que o Cesar apresentava nos anos 80.

E, como prometido (rs) o link para ouvir o projeto Jah-Van no Spotify:

QUAL A MELHOR MÚSICA PRA COMEÇAR A SEMANA?

Uma música que anime, que empolgue, que te coloque pra cima? Ou uma música que acalme, que relaxe, que diminua a ansiedade da segunda-feira?

Segue uma playlist com 10 humildes sugestões, mas claro que novas indicações são sempre bem-vindas! 🙂

Só clicar no PLAY. Uma boa semana a todos!


1612 – Vulfpeck
Shine – Ben Harper
These Boots Are Made For Walkin – Nancy Sinatra
I’m All Right – Madeleine Peyroux
Speak Low – Billie Holiday
Black Coffee – Sarah Vaughan
Everytime – Bobby McFerrin & Esperanza Spalding
In Your Eyes – BadBadNotGood & Charlotte Day Wilson
Stay – Oingo Boingo
Ilha de Santiago – Mayra Andrade

CLIPE NOVO

Hoje nas timelines da vida, todo mundo falando sobre o clipe novo da Anitta. Mas, mudando de assunto, (rs) quem também acaba de lançar um clipe novo é o João Bosco. 🙂

A música se chama “Ultra Leve”, a composição é uma parceria com o Arnaldo Antunes e a gravação é uma parceria com a sua filha, Julia Bosco.

 

Agora o clipe da Anitta rs

 

 

Voltando pro João Bosco e finalizando o post, a música está no disco novo que se chama “Mano que Zuera”. Segue aí o link pra escutar no Spotify.